domingo, 8 de fevereiro de 2009

Quadro


Espalho a tinta
Na tela em branco
Faço nuvens carregadas
Sol estrelas estradas
Uma ponte abstrata
Surge no fim da tinta azul
O mar tranqüilo se afoga
Em pinceladas suaves
Uma borboleta toma conta
Da imaginação
Em auto-relevo ancoro barcos
Sonho depois assino.

Welington de Sousa
São Gonçalo-RJ-05/02/2009

Um comentário:

Compulsão Diária disse...

Quadro que parece tarde de lua cheia quando meu olho cresce num rastro e chora um mar azul marinho noite

Seguidores